A escolha do buffet

Quando fizemos a segunda visita à Casa de Santa Teresa(dessa vez só eu e mamma), estava rolando uma degustação de um buffet e a Sônia convidou a gente para experimentar. O buffet era o Delícias de Campos e eu amei, era tudo muito gostoso, os pratos muito bem apresentados, gostei bastante e por mim era aquele.

Minha mãe queria experimentar o Demar que é o mais famoso. Tudo bem acredito que seja uma delícia mas o preço era salgado e eu consegui convencer ela de desapegar .

Um amigo nosso é dono de um buffet (Bloise Buffet) e o Lee insistiu pra gente fazer com ele(na época eu não conhecia ele tão bem, mas agora agradeço pelo Lee ter batido o pé). Fomos fazer a degustação nós 3 e foi perfeito! Tudo muito gostoso, e ainda fomos na hora do almoço então eu que sou gulosa por natureza, fiquei muito feliz.  O preço era bem melhor, era o mesmo do Delícia de Campos com  o pequeno grande detalhe que incluia o prosecco italiano (que ele deu de presente uma garrafa pra gente experimentar) e 600 chocolates. Nenhum outro buffet pelo menos que eu saiba inclui prosecco e chocolate, isso já ajuda muito no orçamento, e toda ajuda é muitíssimo bem vinda. E como ele é muito nosso amigo ainda deu de presente um bar de caipirinha a preço de custo. Mais um ítem checked sem pensar duas vezes.

Ah outra coisa. Escolhemos mini degustação no lugar do jantar (que no nosso caso seria almoço) Porque 5 horas de festa é muito pouco tempo para as pessoas ainda pararem para sentar pra comer. E eu particularmente acho muito mais gostoso comer um pouquinho de cada coisa do que bater um prato.