Dress Code

Esporte: É aque arrumadinho light, perfeito para um microwedding brunch. Mulheres podem usar um longo despretensioso ou modelagens mais curtinhas. Não há necessidade de saltão, uma sapatilha resolve bem o problema. Não se deve usar jóias muito espalhafatosas, o mesmo vale para a maquiagem.

 Homens: Não é porque o traje é esporte que significa tênis, calça jeans e muito menos bermuda. Use o bom senso, vale uma calça social de um tecido menos nobre como por exemplo uma sarja e uma camisa social no mesmo estilo acompanhando. O sapato não precisa ser tradicionalzão bicudo estilo italiano mas deve ser alinhadinho.

Passeio ou Esporte fino:

Na época das festas de 15 anos eu achava que esporte fino significada longuete e passeio completo longo. E pronto, era tudo o que eu precisava saber. Na realidade não é tão assim tem umas variáveis como tecido, tipo de acessórios e etc. Por exemplo num traje passeio ou esporte fino tudo bem usar longo, desde que seja um longo mais despojado em cores mais claras sem bordados e paetês(canutilhos serão barrados na porta do nosso casamento hahaha), tecidos mais levinhos, estampados. Principalmente se o evento for de dia. Nesse caso vale combinar com um penteado mais soltinho, uma sandália não tão diva, uma coisa assim meio Boho-Chic como a minha musa Nicole Adora.

Outra opção é o Cocktail Dress. Para quem não sabe essa denominação surgiu nos EUA nos anos 20. Originalmente era uma opção mais confortável para a mulherada que podia afrouxar seus espartilhos. A peça de tortura sumiu do mapa mas esse vestidinho charmosérrimo resistiu (que bom!). Normalmente os cocktais são de lã, seda, veludo ou outro tecido luxuoso e o comprimento é na altura dos joelhos.

Trazendo pra realidade:

Homens: Aqui os homens podem usar um terno mais claro (principalmente se for de dia) ou blazer + calça social.

Passeio Completo

Seguindo o mesmo raciocínio acima, aqui os vestidos podem ser curtos (o que a gente mais vê hoje em dia são curtos lindíssimos) mas é importante que eles sejam mais sofisticados, tecidos mais nobres e tal. Pode se jogar (de leve) nos brilhos,  jóias e acessórios mais extravagantes sempre levando em conta a lei da compensação, se o vestido é glamuroso segura a onda nos acessórios e vice e versa.

Se você for madrinha (e o casamento a noite) o vestido pode ser mais ryco.

Curtos que arrasam:

Homens: Traje social completo. Terno escuro para eventos a noite e mais claros para eventos durante o dia.

Black Tie: É meio díficil ter um evento que exija Black tie, pelo menos na minha vida. Mas se você é ryca e acostumada a ir a esse tipo de evento é hora de tirar as jóias do cofre, se jogar nos vestidóns e arrasar na maquiagem.

Homens: Smoking. Simples assim.

Rycos!

Bom, espero ter ajudado. Mas como o forte desse blog não é moda, se alguém quiser mais dicas visitem o blog da juju Corujices, é uma fofura só. Igual a ela(rs).