A escolha do bouquet

Primeiro eu queria agradecer a todas as manifestações de carinho que eu recebi dos meus amigos, família, do Lee (que foi perfeito)e até de pessoas que eu não conheço pessoalmente. É isso que tá me ajudando a move on.

Mas a vida tem que continuar e o blog também.

Ontem fui com a minha mãe no atelier da Edla Barros ver o bouquet. Eu confesso que fui meio apavorada porque ouvi dizer que um bouquet custava 700 reais e cara, isso eu não ia pagar(nem deixar minha mae pagar mesmo).

Fomos atendidas pela Eduarda, sobrinha da Edla que atualmente está mais a frente do negócio. Que mulher phyna! Muito doce, delicada, fala baixo e faz uma entrevista completa para poder oferecer o bouquet mais apropriado. Perguntou detalhes do meu vestido e me sugeriu um tipo de bouquet, eu disse que não era bem isso que  eu queria que já tinha em mente um modelo e ela respeitou minha opinião já tinha dado os argumentos dela mas nem tentou discutir comigo ou me convencer de nada. Ela entende que casamento é um sonho e cada um tem o seu. Amei :).

Então minha referência era essa aqui:

Calma! Eu sei que esse bouquet é gigante! Eu queria uma versão beeeem menor dele obviamente. Quando eu mostrei a foto pra Eduarda(obrigada si pela eficiência em me mandar) ela deu uma zuada, disse que esse cabo todo enrolado parecia um sorvete e que com certeza o meu seria muiiito mais bonito ahahaha

Enfim, baseado nesse conceito ela mudou algumas coisas que eu super aprovei , era o que eu pensava mesmo. Não vou entrar em detalhes para não estragar mas é isso tô muito feliz e foi muiiiiito mais barato que a lenda que eu ouvi! O preço foi super justo e também encomendamos as flores de lapela e um bouquezinho e um arquinho para minha daminha princesa.

Mais um item resolvido. Tá quase tudo pronto :)