Enlouquecendo com a lista de convidados

Essa semana teremos em mãos os convites do casamento. O momento é muito legal, acho que é quando cai a ficha que está realmente perto, mas por outro lado leva a questão mais chata de organizar um casamento: cortar pessoas queridas da lista.

Quando começamos a organizar o casamento uma das primeiras coisas que decidimos foi ter uma lista de convidados enxuta. Primeiro pela falta de grana, porque se alguém ainda tem dúvida eu garanto: casamento é caro pra xuxu e se paga por pessoa :( E segundo e não menos importante, queriamos celebrar apenas com as pessoas que amamos e nos amam de volta. Tenho pavor de gente que vai a casamento e sai reclamando que tinha pouco docinho, que a havaiana era cafona(ou que não tinha), que a noiva não tava tão bonita assim e qualquer outra pequenice peculiar aos espíritos de porco. Como o Lee bem definiu “cerimônia de casamento é sagrada” a gente só deve ir quando ama e acredita no casal e a mesma regra vale na hora de convidar.

A idéia inicial eram 100 pessoas, um mini wedding delicinha(na verdade bem no começo mesmo pensamos em algo menor ainda na casa do Lee, mas essa idéia caiu rápido). 100 pessoas acabou sendo inviável também e fechamos em 150. O Lee já achou demais, eu achei ideal, mas sabia que ia ainda sim ia ser tenso fechar essa lista.

Nosso limite é 150 pessoas, ou seja: 150/2 = 75 – umas 30 pessoas da família = 45. Só de madrinhas, eu tenho 12. As pessoas namoram. Sente o drama? Obvio que tem as ausências e por isso o aconselhável é convidar 20% a mais. Mesmo assim é muito complicado e a gente teve que estabelecer um critério. Família só a família de verdade, aquela que tem contato com a gente, procura, convive, passa natal junto essas coisas, sabe? Família que não sabe nem o que eu estudei na faculdade não tá muito interessada em mim, logo não faz sentido convidar. Amigos, só os mais queridos, mais próximos aqueles que amam a gente e iriam no casamento mesmo se fosse em um boteco no fim do mundo. Sendo assim, tivemos que excluir a categoria”amigos-dos-amigos” o que me dói o coração tremendamente, porque tem tantos amigos dos meus amigos que eu amo como fossem meus…. Com certeza o Lee também tem só que nesse aspecto (só esse na vida) eu sofro muito mais que ele. Ele consegue ser beeeem mais prático.

Então se você não for convidado, isso não significa que nós te odiamos,  então por favor também não nos odeie.  Mas se você for tenha consciência de quanto você é especial para a gente!

E tendo lido todo esse drama por favor,  respondam o RSVP!